• Carol Benke

Quando a rotina te pede uma folga, se dê uma chance!

Era segunda feira de manhã e eu estava pronta pra dar check na minha lista de tarefas do planner - que já tinha programado, como sempre.


Alguns dias antes, tinha tirado um siso. Foi meio complicadinho, mas, como já tinha tirado outra vez e a recuperação foi tranquila, achei que agora seria igual – até porque não estava sentido dor nenhuma.


De repente, comecei a sentir um desconforto e, quando olho no espelho, o meu rosto está enorme. Pois é, dessa vez fiquei com a bochecha inchada e sem conseguir comer, dormir, trabalhar e fazer tudo que eu estava acostumada.


Nossa, que desespero!


Eu amo a liberdade que o meu trabalho me proporciona, amo a minha rotina flexível, mas sei que não tenho isso de graça. Só que nem foi isso que me “assustou” tanto, porque eu sabia que daria conta de entregar tudo.


O que me assustou mesmo foi ter que parar, dar um tempo para o meu corpo se recuperar.


É muito louco isso, né? Falamos muito sobre nos respeitarmos e ouvirmos o que o nosso corpo pede, mas na prática é diferente. Além disso, quando algo sai no nosso controle, parece que tudo está perdido.


Estou dando a minha experiência como exemplo, mas com certeza você também já passou por algo parecido.


gif

Bom, mas o que parecia um terror no começo, acabou sendo muito bom. Com esse tempo de pausa, pude refletir sobre coisas que já estavam na minha cabeça, mas que eu nunca parava para estruturar e pensar melhor. Várias ideias surgiram, reflexões, uma vontade de mudar, tanta coisa boa...


O pior é que nós sabemos que a criatividade e as novas ideias precisam desse espaço “vazio” para fluírem, né? Mas, muitas vezes caímos na rotina e repetimos todos os dias a mesma coisa.


Confesso que estava tão acostumada com o meu dia a dia, que não percebia o que eu poderia fazer de diferente, tanto em questões pessoas quanto em profissionais.


Hoje, vivemos em um mundo muito dinâmico e acabamos nos cobrando por estar produzindo sempre. Mas, os momentos de pausa são essenciais para refletirmos sobre o que estamos fazendo, o que podemos melhorar e simplesmente para acalmar a nossa mente. Nós precisamos disso, acredite!


Por isso que o título desse texto – que faço questão de repetir agora – é: quando a rotina te pede uma folga, se dê uma chance.


Se dê uma chance de se escutar. Se dê uma chance de observar. Se dê uma chance de se tornar, cada dia mais, uma pessoa melhor.


Essa semana eu não vim falar sobre produção de conteúdo, nem escrever um texto separado por subtítulos e cheio de hiperlinks, como "é o certo". Decidi escrever sobre um tema que – de repente – se mostrou TÃO necessário. E quer saber? Eu me diverti fazendo isso. Nem sempre precisamos seguir as regras!


gif

Espero ter te inspirado.


E se algo sair do seu controle por aí, saiba que tudo não está perdido. Você pode lidar com isso!


Com amor,


Carol ❤️