• Carol Benke

Quarentena: 4 formas de exercitar o autoconhecimento em momentos desafiadores

De fato estamos vivendo um momento difícil, não podemos negar. Afinal, nem nos nossos pesadelos mais loucos poderíamos imaginar sofrer uma pandemia de coronavírus, não é mesmo?


A Quarentena é uma realidade. Na internet, podemos acompanhar o enorme movimento “stay home”, que incentiva o isolamento social para a proteção de todos.


Mas, além de nos preocuparmos com a nossa saúde física, precisamos nos atentar à nossa saúde mental. Dessa maneira, podemos lidar com toda essa situação com mais facilidade.


Se antes desse caos todo nós já tínhamos problemas suficientes como a ansiedade, o medo e os nossos desafios diários, agora o estresse ficou ainda maior, e pior, por um inimigo que, até então, nem dá as caras para se apresentar formalmente.



Esse processo está gerando consequências complicadas para todos. Não são apenas as mortes, mesmo que essa seja a pior parte, mas também a crise na economia e as mudanças drásticas na rotina de todo mundo.


Agora, mais do que nunca, devemos nos unir. Por isso, decidi escrever esse post com muito amor para você que também está em casa, se isolando e cuidado de si para cuidar dos outros também, com dicas sobre como praticar o autoconhecimento em meio ao caos. Boa leitura!


Primeiramente, como cuidar da saúde mental durante o isolamento?


Muito tem se falado sobre as consequências geradas pela pandemia. Além de prejudicar a economia, há também o fator humano. Afinal de contas, passamos por mudanças drásticas em um curto período.


A situação que estamos vivendo pode afetar a nossa saúde mental - se já não está afetando - aumentando os níveis ansiedade e insegurança, pois não sabemos o que está por vir.


Ninguém está isento, todos estão sofrendo com essa crise. A diferença é que alguns sofrerão mais e outros menos.


Enfim, o que nós podemos fazer é enxergar as possibilidades dentro dessa nova realidade, amenizando os sintomas de ansiedade, e vivendo de uma forma mais leve e saudável.


Para isso, é muito importante praticar o autoconhecimento. Então, que tal algumas dicas de como praticar o autoconhecimento durante a quarentena?


1. Aproveite para aprender mais!


Crie uma nova rotina para você e separe um tempinho para aprofundar o seu aprendizado, principalmente com conteúdos que tenham o objetivo de proporcionar uma experiência de autoconhecimento. Dê uma chance para você mesmo!



O que funciona muito para mim é a leitura de livros motivacionais - sim, aqueles que muita gente zoa e não acredita - e alguns documentários, que você pode encontrar no youtube e na netflix.


Além disso, muitas plataformas estão disponibilizando conteúdos gratuitos nesse período. Ou seja, aproveite!


2. Pratique exercícios e medite


Praticar exercícios e meditar são fundamentais na jornada do autoconhecimento, além de nos ajudarem a relaxar em meio ao caos.


Eu, particularmente, recomendo muito a prática do Yoga, pois, além dos resultados físicos, é possível evoluir mentalmente também. Meus dois canais preferidos são o Yoga Mudra e a Fernanda Yoga, talvez você possa curtir também!


Falando um pouco sobre a meditação… não posso mentir, os resultados não são instantâneos, os benefícios vêm aos poucos. Mas, com certeza essa prática irá te ajudar a se conhecer melhor e diminuir os níveis de ansiedade e estresse, além de auxiliar no sistema imunológico. Afinal, quando a nossa mente vai bem, o corpo vai também.


3. Curta sua própria companhia


Muitas pessoas não gostam de ficar sozinhas. Até então, estávamos acostumados a viver o tempo todo rodeados por pessoas e informação.


Mesmo com as desvantagens do isolamento social, podemos encarar o momento como uma boa hora para esquecer as desculpas e começar a dar atenção para atividades que deixamos de lado na correria do dia a dia, simplesmente curtindo a nossa própria companhia.


Essas experiências te ajudarão a compreender melhor seus sentimentos. Por mais que seja muito bom poder sair com os amigos, ter com quem conversar e trocar ideias, curtir um pouco mais a sua própria companhia também pode ser incrível.


4. Entenda, e não esconda, seus sentimentos


Por mais que a gente esqueça, ou queira esconder, nós somos seres humanos e somos frágeis.


Reflita sobre os seus sentimentos e acolha-os. Além disso, você pode usar a tecnologia para se aproximar das pessoas que gosta. Assim, fica mais fácil de passar por essa sobrecarga de medo e pânico.


Por fim, tenha certeza de que não está sozinho. Estamos todos juntos!


Esse caos atual chegou para nos lembrar não apenas da nossa fragilidade, mas como podemos ser fortes se nos unirmos.



Neste momento, procure cultivar pensamentos positivos e fazer coisas que te façam bem.


Por mais que a quarentena possa nos afetar de diversas maneiras, e faça as pessoas se sentirem sozinhas, precisamos focar na ideia de que esta é uma fase delicada pela qual todos nós precisamos passar juntos.


Utilize a internet a seu favor, ao invés de se apegar ao bombardeio de notícias, converse com familiares e amigos para se distrair e passar o tempo. Mais uma vez, você não está sozinho.


E, se você quiser começar algo novo e precisa de dicas de como começar a produzir conteúdo, criei um perfil no instagram para compartilhar informações diariamente. Me segue lá, @expli.ca!