top of page
  • Carol Benke

Como criar o seu portfólio de social media

O portfólio é uma das principais ferramentas para mostrar o seu trabalho. Nele, você pode apresentar seus principais projetos, contar um pouco sobre os bastidores de cada case e, claro, causar uma boa impressão em possíveis clientes.


Eu sei, falar assim parece fácil, mas sentar para montar o seu portfólio nem sempre é tão simples. Por isso, resolvi trazer algumas inspirações para te ajudar. Vamos ver? :)


O que é portfólio?


Basicamente, o portfólio é um compilado dos seus trabalhos, que mostra suas habilidades, competências, qualificações e experiências. Essa ferramenta pode ser usada para atrair clientes, fechar jobs, candidatar a empregos e outras coisas.


Vale lembrar que o portfólio tem um objetivo diferente do currículo. No currículo, a gente se apresenta e mostra para uma empresa nosso perfil profissional. Já o portfólio, por outro lado, é uma coleção de amostras de trabalhos que você já fez.



Qual o melhor tipo de portfólio?


Existem diferentes tipos de portfólio, como os impressos e digitais.


Como esse post é voltado para quem trabalha com mídias sociais e afins, a melhor opção é criar um portfólio digital, que:

  • pode ser compartilhado de forma simples

  • tem baixo ou nenhum custo

  • é mais fácil de montar

De maneira geral, você pode montar um portfólio digital de duas formas: PDF ou nas plataformas digitais.


PDF


O PDF é universal e muito utilizado, já que praticamente todo mundo conhece e já usou pelo menos uma vez na vida.


Esse tipo de arquivo pode conter diversas páginas, o que faz dele uma ótima maneira de organizar a divulgação dos seus trabalhos.


Você pode montar o seu portfólio no Canva, por exemplo, e exportar para PDF para que possa enviá-lo por e-mail, colocar no seu LinkedIn e outros.


Plataformas digitais


O Behance é uma plataforma das plataformas mais conhecidas quando o assunto é design, mídias sociais e afins. Você pode criar a sua conta e começar a divulgar os seus trabalhos por lá. Esse aqui é um exemplo legal que achei.


Outra opção é montar um site como seu portfólio, ou fazer um perfil em redes sociais como o Instagram e ir alimentando com os seus cases.


No meu site eu criei uma aba para o portfólio!


O que não pode faltar?


Agora que você já sabe em qual formato pode criar seu portfólio, vamos falar sobre o que não pode faltar nele.


Para isso, você precisa levar em consideração a sua área de atuação nas mídias sociais (mas, caso você seja de outra área, adapte esses pontos). Por exemplo:

  • Você cria artes, cria textos ou cria os dois? Lembre-se sempre de deixar bem claro o que você faz e qual foi a sua parte naquele trabalho divulgado.

  • Seu trabalho envolve monitoramento de mídias sociais ou performance de campanhas em mídias sociais? Traga alguns dos resultados que você já fez!

  • Se você adapta o seu trabalho às necessidades de cada cliente, o melhor é trazer seus cases e explicar o que foi feito em cada um.

Em resumo, seu portfólio deve deixar bem explicadinho o que você faz e puxar uma sardinha pro seu lado, mostrar suas habilidades e competências.


Como estruturar seu portfólio?


O último ponto da nossa conversa é falar sobre a estrutura do seu portfólio. Para isso, leve em consideração o básico de uma apresentação:

  • Quem é você?

  • Qual é sua formação? Quais cursos você fez?

  • Quais são suas maiores habilidades?

  • O que você faz? Com quem ou onde já trabalhou?

  • Como você se diferencia dos outros profissionais?

  • Qual é o melhor canal de contato com você?

Eu, particularmente, gosto de deixar o meu portfólio mais direto, sem muito mimimi. Mas, sempre foco nos meus principais trabalhos e explico um pouco sobre eles. E funciona bastante!


Agora ficou mais claro, né?


Espero ter ajudado. Para mais dicas como essa, continue acompanhando o meu blog! ✨



コメント


bottom of page